Post Top Ad

18 outubro

SETENTA E POUCOS CONTOS, CINCO ANOS E POUCO - Crítica Antonio Prata

by , in
Resultado de imagem para trinta e poucos


Idioma: Português
Editora: Companhia das Letras
ISBN-10: 8535927689
Edição: 1° / Ano: 2016 / Páginas: 232
Mais que qualquer escritor em atividade, Antonio Prata é cultor do gênero - consagrado por gigantes do porte de Rubem Braga, Paulo Mendes Campos, Fernando Sabino e Nelson Rodrigues - que fincou raízes por aqui- a crônica. Pode ser um par de meias, uma semente de mexerica, uma noite maldormida, a compra de um par de óculos, a tentativa de fazer exercícios abdominais. Quanto mais trivial o ponto de partida, mais cheio de sabor é o texto, mais surpreendente é a capacidade de extrair sentido e lirismo da aparente banalidade. Trinta e poucos traz crônicas selecionadas pelo próprio autor a partir de sua coluna na Folha de S.Paulo. Um mosaico com os melhores textos do principal cronista do Brasil.

Vocês estão certos, “É pavê”, para se coçar e regozijar com a nobre missão que tivemos, de analisar e pontuar alguns - ou muitos - aspectos que saltam ao longo da obra de “Um escritor, um escritor!”. E seguindo a risca o ditado “Tal pai, tal filho”, não é exagero fazermos os mais diversos elogios ao filho de um dos maiores autores e dramaturgos do país, Mario Prata. E vale lembrar que tudo o que foi dito ao longo de meses como “Abril, maio, junho” são “Recordações” que podem lhe trazer muita felicidade. 

Trinta e Poucos narra, em acontecimentos cotidianos e peculiares da vida, o que o renomado autor Antonio Prata publicou durante cinco anos na Folha de São Paulo. Na visão do cronista, situações simples ganham esplendor e peculiaridade, fazendo com que os leitores não só se interessem por sua escrita, mas também sintam proximidade e afinidade em relação aos acontecimentos que ele narra.

A obra possui em torno 70 crônicas e diferentemente do seu livro “Nu, de botas” que abraça uma seleção muitas vezes cômica, e por vezes, aleatória, podemos dizer que Antonio nos apresenta a sua intimidade. Das impressões digitais, as meias que somem do nada, seguimos sua escrita - com alguns traços de ironia -, sobre fatos triviais ao longo das duzentos e vinte e seis páginas que completam o livro da Companhia das Letras.
[...] trinta e poucos. Ainda temos o vigor da juventude – o vigor necessário pra solar uma guitarra imaginária, pelo menos –, mas já deixamos pra trás o pudor da adolescência – pudor de contrariar as diretrizes do grupo, de não se encaixar na moldura da época. Até os vinte e nove você ainda tem esperanças de se tornar outra pessoa. Depois dos trinta, você simplesmente aceitar ser quem é, relaxa e goza. [...] p.68
Um dos pontos positivos está em torno da escrita leve e comum que o autor nos proporciona. Não existe nada de sobrenatural no que ele conta, e o fato de conseguirmos - muitas vezes - nos colocar em seu lugar e até imaginar um desfecho para cada situação, faz com que, a leitura se torne muito mais cativante e fluida, que pode ser finalizada em questão de poucas horas. 

Além disso, é extremamente curioso o fato do próprio autor ser o personagem principal do que narra, pois, além das experiências do seu dia a dia, podemos acompanhar seu diálogo com outros personagens. Como o caso de Daniel, seu filho ainda bebê, que nos emociona recebendo uma carta de seu pai. 
Mas acontecimentos extraordinários são raros, como a própria palavra extraordinário já diz, ai a vida passa e a gente não aproveitou. Pois hoje você me fez aproveitar a vida, Daniel, por isso resolvi te escrever, agradecendo. p. 221

Fazendo jus ao nome que está em sua capa, estamos submersos em crônicas divertidíssimas sobre essa fase da vida de Antonio e a forma como ele enxerga os acontecimentos ao seu redor. E todas seguem esse tom leve sobre a tal idade dos trinta e poucos. As gargalhadas não podem ser controladas e independente do lugar que você estiver, sugerimos cuidado, pois, muitas vezes eles saem involuntariamente e em tons muito altos. 

Contudo, mesmo sendo um livro tão alegre, Trinta e Poucos nos trás uma reflexão, principalmente em relação a forma como passamos a agir com o passar do tempo. Como você enxergará a vida aos trinta e poucos anos? Como irá lidar com as situações? E é dessa forma que ele segue, divertindo, chocando e fazendo com que o leitor reflita sobre tais acontecimentos. 

Observando os aspectos técnicos, podemos dizer que o que lemos está entre contos e textos literários muito bem equilibrados que proporcionam a leveza das histórias e a seriedade do factual - mesmo que esse seja narrado em nuances da sua própria vida. 

Textos que, de uma forma geral, não ultrapassam o limite de duas páginas, dão as crônicas o tom prático e direto que é fundamental aos periódicos. Também podemos citar os títulos curtos que se limitam à quatro palavras, reafirmando o caráter de destaque que o autor quer dar ao assunto principal tratado - assentado em cada relato. 

Antonio usa também de diversas referências como: Satisfaction dos Rolling Stones, Clark Kent e até mesmo, o famoso ator Sylvester Stallone, que são utilizadas de forma espontânea e contínua. Fazendo com que, o autor consiga tanto mostrar ligação com a sua vida, como também aproximar o leitor e ilustrar o raciocínio. 
Libera a Guitarrinha! [...] De uns tempos pra cá, deram pra chamar a firula de air guitar e existe, inclusive, o “Air Guitar World Championship” [...] quando os primeiros acordes de “Satisfaction” soam pelas caixas da festa [...]. p. 67
No final, percebemos que, todas as particularidades técnicas utilizadas pelo autor no desenvolvimento das crônicas, atuam reafirmando que suas obras caminham dentro de um tempo e espaço muito bem delineados e apresentados a quem o acompanha. 

Esse pode ser portanto, o livro que traduz da forma mais sincera a identidade e tudo que compõe a percepção do mundo de Antonio. E mesmo que seja extremamente difícil esperar, será um prazer aguardar outros cinco anos se o resultado final for uma obra com tanta qualidade e emoção. Livro mais do que recomendado!


01 outubro

A CRONISTA DA ALMA FEMININA E A SOCIEDADE LÍQUIDA DE BAUMAN - Crítica Martha Medeiros

by , in
Coisas da vida



Nome: Coisas da Vida
Autora: Martha Medeiros
Número de Páginas: 240
Editora: L&PM
Nas crônicas de Martha Medeiros há espaço para todas as normalidades e todas as "esquisitices" que caracterizam o Homo sapiens modernus: o sentimento de frustração, o tic-tac do relógio biológico feminino, a necessidade de dinheiro versus a necessidade de sossego, mulheres que decidem não ter filhos, o progressivo apagamento das fronteiras entre um e outro sexo, máquinas de provocar orgasmos, choros, filmes, livros e músicas, a delícia e a tragédia de amar duas pessoas ao mesmo tempo, a delícia e a tragédia de não amar ninguém e tantas outras coisas da vida.



“Coisas da vida”, escrito por Martha Medeiros, é um compilado de crônicas publicadas originalmente nos jornais Zero Hora e O Globo entre Setembro de 2003 e Setembro de 2005. E, como o próprio título sugere, essas histórias tratam das relações humanas “e tudo de mágico e de trágico que elas representam numa vida”.

Desde o lançamento do livro, se passaram 12 anos, entretanto, os temas abordados pela autora permanecem extremamente atuais, afinal, a existência é um tema recorrente em uma série de gêneros literários. Mas, o que faz dessas crônicas de Martha Medeiros especiais, é a forma sensível e humanizada de falar sobre todo e qualquer assunto no que diz respeito ao relacionamento entre pessoas e a vida. 

Temas como traição, família, casamento, amizade e cotidiano são abordados e discutidos de forma leve e reflexiva em suas crônicas - considerando o contexto de pós-modernidade nos quais elas foram escritas. Enquanto escritora, Martha reafirma nessa obra o título de cronista da alma feminina, ao trazer em suas temáticas, o olhar e a representação de uma minoria que está em constante ritmo de transformação e reconhecimento de papéis na sociedade atual, ao considerar as questões de igualdade de gênero, maternidade e casamento. 

Quando se fala sobre pós-modernidade, o sociólogo Zygmunt Bauman dispensa apresentações. Ele é o responsável pelo conceito de “modernidade líquida”, que se refere a fragilidade e insegurança das nossas relações com as coisas e as pessoas numa sociedade repleta de contradições internas. Para Bauman, o principal traço da pós-modernidade advém da batalha entre a liberdade individual em oposição à segurança projetada em torno de uma vida estável. 

Escritas no início da era da globalização - fenômeno que consiste no encurtamento das distâncias por meio da união econômica, política, social e cultural - as crônicas de Martha aparecem na qualidade de um retrato despretensioso e leve dessa sociedade que Bauman conceituou como sociedade líquida. A fluidez dos relacionamentos, a busca constante pela satisfação individual, os prós e contras da tecnologia e da globalização e, por fim, os dilemas femininos. 

Ao longo do livro, é possível notar a presença da batalha entre a liberdade e a vida estável em várias instâncias. Se em “Interrompendo as buscas”, Martha defende a instituição casamento e as maravilhas propiciadas pela calma de um amor tranquilo, ao passar algumas páginas, chegamos na crônica “Esconderijo Conjugal”, que faz uma crítica ao casamento.
A solidão, que sempre pareceu nos proteger, na verdade nos coloca no centro das atenções, permite que coloquem o dedo nas nossas feridas. Já o casamento nos tira da prateleira, nos resguarda, nos esconde tão bem e tão sem alarde que a gente nem percebe que está escondido. p. 91
Outras contradições aparecem quando se trata do feminino. Considerando o passado em que as mulheres estavam destinadas a servir seus maridos e filhos em casa, as histórias de Medeiros trazem as novas contradições inerentes às mulheres contemporâneas nessa luta entre liberdade e vida estável. Qual seria a melhor escolha: monogamia ou poligamia? maternidade ou carreira? Além do processo de desconstrução de padrões de beleza e pensamentos machistas. 

Tudo isso aparece de forma despretensiosa, leve e sensível. Já que todas as contradições apresentadas, são comuns do homem moderno. A sensação que dá, é que cada história é feita para nós, ou para alguém que conhecemos. Uma espécie de divã da vida moderna. Afinal, por diversas vezes, temos a impressão que várias dos nossos devaneios e esquisitices foram ali representadas. Ao percorrer por uma série de temas, sem a intenção de doutrinar, ou dar soluções, Martha consegue estimular o pensamento e a reflexão. Também consegue provocar sorrisos, e, porque não, o choro? 

Os curtos relatos escritos em primeira pessoa se aproxima de uma conversa informal, por meio do uso frequente dos pronomes você e nós, para estabelecer uma relação com o leitor. E, por vezes, a leitura de outros autores é o gatilho de Medeiros para uma boa crônica. É o caso de “Estrangeirismos”, que despontou da leitura do dicionário de palavras & expressões estrangeiras, escrito por Luiz Augusto Fischer. Cineastas também não ficam para trás, e, por diversas vezes, serviram de inspiração para as histórias da autora, ficando também para os leitores, boas recomendações. Woody Allen aparece como favorito de Martha e é citado em várias ocasiões. Por outras vezes, a observação de um motoboy ao ver os fogos de artifícios pela primeira vez, é o suficiente para fazer a gente refletir sobre as coisas que realmente importam nessa vida. 

Ao prezar pela atemporalidade e ao extrair o comportamento social da era pós moderna, “Coisas da Vida” cumpre o seu papel de crônicas que servem como mecanismo para entender como pensavam uma sociedade em um determinado tempo-espaço.
20 julho

5 músicas do Linkin Park que marcaram a sua vida!

by , in
Ei, pessoal. 
Definitivamente o dia do amigo no ano de 2017 não terminou com uma energia muito boa, não é mesmo?! Hoje o mundo recebeu a notícia de mais uma grande perda para o meio artístico. Chester Bennington, vocalista do Linkin Park com apenas 41 anos foi encontrado morto em sua casa, o motivo? Suicídio. Pois é, amigos. A depressão é uma doença muito séria e precisa ser tratada! Não encare como drama ou vontade de chamar atenção. Quando lhe pedirem ajuda, ofereça. Procure um profissional. E se você estiver passando por isso, faça o mesmo. 
Para lembrar do nosso galã Chester com todo o carinho e valorizar todo o talento que ele exibia com glória nos palcos com Linkin Park, hoje eu trouxe 5 músicas da banda que definitivamente marcaram a sua vida. Vamos lá?!

  Resultado de imagem para linkin park

1°  Numb 

Participante ativa de diversas bads (antes mesmo de serem bads), horas na MTV e  "Baú da Insônia" na MixTV, Numb acompanhou grande parte dos adolescentes 2000 e continua fazendo sucesso até hoje. Afinal, mesmo, mesmo que a letra diga, ninguém se tornaria tão insensível ao ponto de esquecer um musicão desses não é mesmo?!


2° New Divide

Se você é fã de Transformers, mesmo que não saiba, teve Linkin durante alguns filmes da série. No primeiro What I’ve Done deu sentimento as telonas emocionando a todos em seus versos "So let mercy come and wash away". Contudo, foi no segundo longa e com a música New Divide que eles conquistaram a todos. Que as lembranças nunca acabem.


3° Leave Out All the Rest

Ainda falando de filmes, os fãs da adaptação da obra de Stephenie Meyer com certeza já sofreram ao soom de Leave Out All The Rest. E não é pra menos, a música fez parte da trilha sonora do primeiro filme e um dos motivos é o fato da própria autora dizer que as músicas da banda foram grandes inspirações para a construção da história.


4° In The End

Desculpe o transtorno, precisamos falar de In The End. Essa é uma das músicas mais famosas da banda, e que com certeza mais tocou nos programas da MTV. Ela é a segunda canção de rock mais tocado na década de acordo com a Billboard e com certeza uma ótima pedida para ouvir nos dias em que a sua relação está decepcionante. Fala sério, você já ouviu essa música sofrendo por alguém, não é?!


5° Talking To Myself

Single do novo disco, Talking To Myself talvez ainda não tenha marcado a sua vida, mas com certeza irá, porém, dessa vez não de uma forma boa. Com o clipe lançado no mesmo dia da morte de Chester, a música (e o clipe) é o que marcará o fim de uma era, uma banda, uma voz. A morte de um cantor tão talentoso que com certeza cantou com a alma durante anos, proporcionando muitos momentos para todos nós. "You keep running like the sky is falling"

Junto do Linkin, Chester com certeza marcou muitas vidas e só nos resta agradecer pela oportunidade de poder ouvir seu talento. E vocês? Tem alguma música do Linkin Park que marcou muito a sua vida?


15 julho

{Sobre Séries} Renegados dos triângulos amorosos

by , in
Olá, queridos! 
Aqui estou para fazer outro ranking. Dessa vez o top “Renegados dos triângulos amorosos – séries”. Vou colocar meus preferidos aqui e dizer o motivo da posição de cada um. Quero deixar claro que todos, TODOS os colocados tem algum nível de spoiler já que estamos falando dos rompimentos nos triângulos. Vamos lá!
05 julho

Crônica: SAMPLEYS E ÁRVORES EM JURERÊ

by , in
Ei, pessoal! Tudo bem com vocês? 
O recesso na faculdade finalmente chegou, mas as coisas que fiz durante o semestre com certeza irão me acompanhar por um bom tempo, entre elas, essa crônica. Já imaginou uma relação entre DJ André Marques e a Greenpeace? Confere ai!
____________________________________________________________________________________________________________________________________


SAMPLEYS E ÁRVORES EM JURERÊ

Autora: Bárbara Souza
IMAGEM: Homer Britto
Com seu olhar marcante, movimentos precisos e danças hipnotizantes, o conhecido mundialmente como Marquinhos DJ, soltava pelo som dos alto falantes a nova música do momento “Deixa os garoto brincá”. A atenção do público estava mais uma vez nele, assim como nos últimos cinco anos. Contudo, a fama tem seus dois lados, que vai da glória dos fãs e o poder de usar drogas sem ser preso, a perseguição dos haters e da mídia. E nesse show, o ódio veio de quem ele menos esperava, das árvores. Ou melhor, dos seus protetores. 
26 junho

Especial 20 anos Harry Potter!

by , in

Olá, pessoal! 

Para os leitores de plantão, hoje é um dia mais que especial. Contudo, se você não sabe do que estou falando, talvez ainda não tenha conhecido uma das maiores sagas existentes no mundo: Harry Potter. E entre homenagens nas redes sociais e tags no twitter, também venho fazer a minha  para os famosos bruxinhos de Hogwarts. 

Para os interessados em estudos e bases teóricas, o universo de Harry Potter é a pedida certa, mas se acalme. Antes é preciso receber um carta do renomado diretor, Alvo Dumbledore, que é de extrema importância na vida de todos os alunos (até mesmo se eles estiverem com um membro quebrado). 

Se você recebeu, ótimo! Irá embarcar nessa viagem conosco, porém se não aconteceu, esqueça o que eu disse. Nada disso existe, era só uma brincadeiraPara começar, pegaremos um trem rápido na Plataforma 9 ¾ na Estação King’s Cross, em Londres. Então não se esqueça de separar algumas moedas para comprar o seu bilhete. Também é possível comprar doces e iguarias totalmente mágicas que você não encontra em Hogwats com muita facilidade. Então se você deseja um feijãozinho de todos os sabores ou um sapo de chocolate, não durma antes da senhora do carrinho passar - ou encontre Harry Potter rico na sua cabine

Resultado de imagem para cabine harry potter

Chegando em Hogwarts, não se assuste. Está escuro, mas além da luz natural presente nas noites bruxas, o castelo é iluminado. Tem até um feitiço do teto, pode perguntar a Hermione sobre isso, ou peça o livro que ela leu emprestado. Ouvi dizer que é muito bom, o nome é Hogwarts Uma História (um dos livros mais famosos da literatura bruxa).  Para nos guiar temos, Rubeus Hagrid, um meio gigante que foi expulso do colégio por motivos extremamente injustos - que você irá descobrir lendo -, mas que teve um voto de confiança e pode trabalhar nas suas dependências. Ele parece bravo, mas é muito fofo, gente! Amo visitar sua cabana. 

Mas muito cuidado para não perder a hora. O horário de dormir é extremamente rigoroso e se Severus Snape, diretor da Sonserina e professor de Defesa contra a arte das trevas, te encontrar perambulando nos corredores... provavelmente você será castigado tendo que passar a noite na Floresta Proibida.  E esse, definitivamente não é um lugar muito indicado para uma pessoa em sã consciência. Porém, antes de seguir o horário de dormir, é preciso saber onde você irá descansar, certo? Por este motivo, no primeiro jantar da sua estadia lá, será necessário passar pelo Chapéu Seletor, que lhe indicará para uma das quatro casas; Grifinória, Sonserina, Corvinal ou Lufa Lufa
Imagem relacionada

Lembre-se que o Chapéu é quem toma a decisão final, mas as suas vontades o influenciam diretamente na escolha, então não se preocupe. E se você for enviado para a casa que rege as cores amarelo e preto, nos encontramos no salão comunal, certo? Ah! Quase me esqueci. Pode parecer estranho, mas existe a possibilidade de você encontrar alguns fantasmas pelo castelo. Todos são extremamente legais, principalmente o Frei Gorducho. Durante sua estadia não deixe de visitar a Sala Precisa, ela é secreta e muito fantástica. 

Durante o semestre, não deixe de seguir todas as orientações que os professores dão, pois no final, de acordo com a pontuação geral das casas eles elegem a melhor em uma disputa conhecida como Taça das Casas. 

ORIENTAÇÃO PARA CALOUROS: 

Imagem relacionada

É o seu primeiro ano e as coisas podem estar um pouco confusas, por isso, converse com os seus pais e explique sobre a necessidade de adquirir o material (que consta na lista enviada junto com a carta). Recomendo o Beco Diagonal, ela oferece possibilidades distintas que variam entre preços altíssimos até livros usados - mas sempre muito úteis. Além do material, é preciso escolher um animal de estimação, entanto entre as opções corujas, gatos, sapos e ratos. Pense bem! Eles irão lhe acompanhar durante um bom tempo. 

O Banco de Gringotes é o melhor lugar para fazer aquela economia, pois devido a sua extrema segurança, seu dinheiro sempre estará protegido. Enquanto passa pelo banco, recomendo que tire algumas moedas para encontrar vomitilhas ou artefatos divertidos na loja dos irmãos Wesley. Com o tempo, você vai ouvir falar mais sobre eles, pois tanto em Hogwarts, como no mundo bruxo, eles são famosos - e muito queridos. 

Mas como nem tudo são flores, o recomendado é não se arriscar na Travessa do Tranco. É sério mesmo, para você ter ideia, tem bruxas lá que vendem unhas humanas e você não quer que seja uma das suas não é mesmo?! Magos sábios não se aventuram por lá. Enquanto isso, um lugar que você irá com a escola ou até mesmo pode  ir por conta própria, é no Ministério da Magia, além de ser de extrema importância para o mundo Bruxo, você deve conhecer bem o que domina um dos seus mundos. 

Falando nisso, nem tudo são flores e alguns problemas podem ocorrer. Entre eles está o Lorde das Trevas, guerras, dementadores e até mesmo ataque de monstros. Então, tome cuidado. "Todos temos o bem e o mal dentro de si, mas o que realmente importa não são as semelhanças e sim as diferenças".
Imagem relacionada

E se você acha que é melhor mudar de colégio - o que acredito ser muito difícil -, ainda temos duas opções. Para as garotas, temos a Academia de Magia de Beauxbatons, uma escola mágica especificamente para mulheres. E para os homens, Durmstang pode ser uma opção. Não deixe de avaliar todas. 

Agora que você já sabe tudo sobre esse mundo incrível, já pode se preparar para o próximo 1° de Setembro, que há vinte anos recebem os mais distintos bruxos. Basta iniciar a contagem, nos encontramos por lá?! 


15 junho

Está aberta a nova temporada da Toca!

by , in
Olá pessoal! 
No post de hoje venho dizer que finalmente VOLTEI! 

É isso mesmo, que delicia! Estou animadíssima com todas as novidades que a Toca que agora é da Babs está trazendo. Contudo, primeiro vamos entender um pouco as coisas.

Em 2013 quando eu abri este blog tinha lindos dezesseis, estava no ensino médio e achando que a vida era a maior Malhação que você respeita. Grande engano, porque hoje, na faculdade eu sou quase a personagem principal haha. Quando 2017 começou, eu me senti tão velha! Sei que pode parecer um drama se você já está com mais de trinta anos, mas se ainda está na dezena... Talvez me entenda. Fazer vinte é assustador.

Enfim, dei essa volta toda para dizer que a realidade é que a profissão que eu escolhi foi o que me impulsionou a criar um blog antes mesmo de iniciar a minha formação, mas também foi ela que me afastou daqui, já que, devido ao tempo, sufoco, estresse, estágios e tudo mais... O único tempo que eu tinha era tempo nenhum. 

Entretanto, isso não deveria ser desculpa, não é mesmo?! Alguns amigos daquela mesma época continuam firmes e fortes (Entre Séries e Livros, Portal Nerd e De Cara nas Letras), mesmo que cada um tenha se adaptado da sua maneira. E eu fiquei realmente pensando nisso, tanto que, me uni com dois amigos (Carlos e Dudu <3) para tentarmos levantar o Tríplice Nerd, que não deu certo também.

Mas eu precisava escrever, vocês me entendem? Queria postar as crônicas que escrevia, falar de um assunto que me intrigou ou simplesmente resenhar um livro que li. Só que nos meus pensamentos, a Toca dos Livros já não era capaz de abrigar todo o conteúdo que eu precisava. O que eu iria fazer? Criar outro blog? Não mesmo, eu hein! Então dei um tempo e inciei meu processo de mudanças.

Gente do céu, foram tantos nomes que vocês não tem ideia. Em 2017 tudo que a gente pensa, já existe e é muito frustrante (força se você está criando o seu bloguinho). Então de repente pensei: Babs é o apelido que mais usam comigo, então, por que não Toca da Babs? Não muda quase nada, a identidade do blog continuará a mesma, nós apenas amadurecemos. Ele e eu.


Por isso, hoje inciamos uma nova caminhada que vai além das páginas de um livro, mas nunca sem elas. Espero que vocês gostem de tudo que estou preparando e saibam que estou mais do que disposta a ouvir sugestões e críticas. 

Sejam todos bem-vindos à Toca da Babs!
09 março

MANGÁ: Naruto Gaiden

by , in
Yoo minna! 

ESSE POST CONTÉM SPOILERS DA SEGUNDA FASE DO MANGÁ.

Itálico David | Normal Babs 
Naruto é de LONGE o mangá que mais rendeu nos últimos anos para famosa revista Weekly Shonen Jump, por onde é seriado. O anime que já arrasta uma verdadeira legião de fãs chegou ao seu fim, depois de longos capítulos e reviravoltas. Mas Masashi Kishimoto, criador da série, não nos deixa desamparado:3 E é por isso que hoje, invadindo a coluna mais uma vez com Naruto, eu David, e a Babs, do blog Toca dos Livros, vamos comentar (e recomendar) um pouco sobre a mais recente geração do manga, Naruto Gaiden, um spin-off que rolou da série contando com 10 capítulos pós-Shippuuden. Mas para entender direito, vamos iniciar do começo.

A série de mangás de Naruto se dividem em dois grandes momentos. O primeiro momento acontece com o famoso Naruto Clássico, onde acompanhamos a história do jovem ninja em batalhas ferozes e desafios eletrizantes, enquanto tenta realizar seu sonho de se tornar um Hokage (ninja que age como um presidente para a aldeia a qual habita). Neste primeiro arco, somos apresentados aos personagens e conhecemos um pouco do que a trama vai envolver. Ainda aqui os acontecimentos são mais engraçados do que sério, e embora as lutas sejam CHOCANTES, não a muita complexidade no enredo. São capítulos falando do treinamento, laços e passado do protagonista, Uzumaki Naruto.

No arco Shippuuden, que atualmente está sendo adaptado para anime, o enredo fica mais denso, complexo e sombrio. As ameaças que antes eram bobas ganham uma tonalidade mais forte, e a vida de Naruto se vê em perigo. O lance é o seguinte: Naruto possui uma raposa dentro de seu corpo. Essa raposa é uma personificação de uma energia poderosa, chamada pelos ninjas como chakra. Existem nove criaturas desta, e a raposa a qual foi selada dentro de Naruto quando ele ainda era bebê, é uma das mais fortes. Uma organização formada por ninjas de elite renegados, intitulada Akatsuki pretende reunir essas energias para recomeçar o mundo, propósito que lentamente vai se distorcendo ainda mais e novas revelações vão sendo feitas (sem spolers :3), até que se chega a uma 4º guerra ninja, para decidir o futuro de todos!

Ai entramos finalmente no spin-off, Naruto Gaiden, que traz a trama pós a grande guerra ninja. Em partes, para se ler o spin-off é exigido que se tenha visto as séries anteriores, ou você pode boiar em alguns detalhes, mas também possa ser que talvez, você consiga acompanhar. Vai depender do quanto da trama você quer absorver. E acreditem, para 10 capítulos, você vai querer absorver tudo!


Desta vez vemos os filhos dos heróis da guerra, protagonistas das séries anteriores, em especial o filho de Naruto, Boruto, e nosso foco principal destes dez capítulos, Sarada, filha do misterioso Sasuke Uchiha com a doce e forte Sakura, mas ai, pra falar dessa relação, a Babs vai contar um pouco para vocês!



                                      No último mangá do shippuden, nosso querido autor Kiki nos mostra de maneira breve um pouco do futuro de cada personagem. Com o filme The Last (lançado em 2015 que também veio para o Brasil pela Paris Filmes) temos o bastante de NaruHina (shipper de Naruto e Hinata). Mas nada, absolutamente nada, sobre SasuSaku (shipper de Sasuke e Sakura) saiu.

Então quando foi confirmado que sairia um spin-off que foca 80% na história do fruto SasuSaku/que viria a ser Sarada. Houve algum surto (sim, eu surtei muito). Porque, gente, eu vou falar uma coisa para vocês: tem cada detalhe na história deles desde o Clássico que faz cada fã (que torce pelos dois) suspirar.

Sarada está em uma fase difícil. Prestes a se tornar uma ninja ainda não possui confiança sobre isso. E crescendo longe do pai, tendo explicações vagas dadas pela mãe sobre onde ele está e quando ele volta, ela está surtando.

E é após uma confusão com sua mãe (que definitivamente destruiu a casa) que ela encontra uma foto de Sasuke com Karin sua antiga companheira de time. Tudo isso seria normal, se Sakura não tivesse colocado sua foto por cima de Karin e se Sarada não usasse óculos idênticos ao da estranha mulher.
Por que seus pais não tinham fotos juntos? Por que ela usava óculos e seus pais não? Por que aquela estranha usava óculos como ela? Onde estava seu pai? Por que sua mãe não lhe dava respostas?
Então, depois de uma ideia maluca de sua supostamente melhor amiga Chou Chou é que ela decide partir em uma jornada em busca do Uchiha, seu pai, para vê-lo e também descobrir a verdade sobre sua mãe.

O que eu senti como leitora é que o Kishimoto simplesmente queria me matar. Sério, gente. Esse autor gosta de ver o leitor sofrer.
Então partimos com Sarada, Chou Chou e Naruto que acaba encontrando-as. A filha do Chouji não podia ser mais chata! Sério, como pode?! Insuportavelmente Chouji. Ela devia ser filha da Ino de tão chata.


Durante o curto tempo em que andam juntos, os personagens vão tendo conversas que seguem com o mangá, mas também retornam para o clássico. Alguns flashbacks e memórias deixando os leitores com aquela dor no coração. Como o tempo voa, não é?
Pois é, como a Babs disse, a filha do Chouji é um saco. Foi sem dúvidas a personagem mais desnecessária que apareceu no spin-off. Mas dá pra relevar. Ao suma, nestes dez capítulos a trama se foca em Sarada, e em sua busca de descobrir quem é sua verdadeira mãe, e qual a ligação entre seus pais.
O autor deixou implícito o aparecimento de um provável futuro vilão. Fora a busca de Sarada, temos uma verdadeira caçada a Sasuke Uchiha. E sem dúvidas, pelo pouco de combate que rolou, eu já fiquei sem ar. Sasuke já retorna ao mangá trazendo problemas.

Um novo inimigo quer quebrar totalmente a paz existente entre as nações. Segundo seus ideias, a paz não faz o humano progredir; é preciso lutas, obstáculos, guerras para a que a humanidade cresça. 

Vale ressaltar aqui que a Sakura mais uma vez mostra sua força e determinação. A menininha ingênua e frágil realmente ficou lá no Clássico, o resultado de sua evolução durante o Shippuden está nesse mangá e não podia ser mais satisfatório.

Naruto Gaiden teve um enredo muito, mas, muito complexo! O autor deu luz a toda uma ciência que pode ser explorada mais a frente, o que esperamos que aconteça, já que Boruto, aparentemente, pode ser as portas de uma futura geração. Além de reviver personagens que amamos por longos anos, ainda trouxe mais um quantidade inesgotável de novos, que prometem por si só, serem espetaculares (menos a Chou Chou... Essa daí foi um erro nos cálculos). Está mais que recomendado, para os fãs, curtirem estes poucos segundos com a nova geração. E se você não conhece (de que planeta você é? Qual é o seu problema? rs :3) está na hora de conhecer ne! 

O Gaiden, além de dar a tão esperada explicação SasuSaku que muitos ansiavam, apresenta a nova geração ninja e também é um prelúdio do filme do Boruto. Ainda podemos esperar muito mais dos novos e velhos personagens da Aldeia da Folha. E eu espero MUITO MAIS, SEM DUVIDAS! Mas caso acabe, você também já pode curtir o novo substituto heróico da Shonem, Boku No Hero Academia (MANGA NOVO HEIN). Mas pra saber mais, fica no futuro post. No momento, eu e a Babs estamos na torcida para que o spin-off ganhe também sua adaptação para anime, para que a gente SURTE com S maiusculo!

*Otaku é um termo usado no Japão e outros países para designar os fãs de animes e mangás.

24 fevereiro

FAÇA EM CASA: Adesivos personalizados!

by , in
Hello, people!
Quem me conhece, sabe que eu amo DIY. Tudo de diferente que eu vejo por aí, dou logo um jeito de fazer. As vantagens de fazer você mesmo é que as coisas ficam com a sua cara e o melhor: você não gasta quase nada!

Hoje, vou ensinar vocês a fazer adesivos. Eles são perfeitos pra dar um up no quarto, deixar seu armário com a sua cara, ou enfeitar outros objetos com as coisas que você mais gosta, whatever. Vejam alguns que eu já fiz:




Vamos aos materiais:

  • Papel contact preto, ou na estampa que você preferir.
  • Tesoura/estilete
  • Durex 
  • Molde da frase ou imagem que você deseja adesivar

Nesse DIY, eu fiz um adesivo para colar no meu notebook, mas, como já disse antes, você pode colar onde quiser, é só usar a criatividade!
O primeiro passo é achar um molde do seu gosto para adesivar. Eu utilizei esse:




Depois de ter escolhido a imagem, vamos copiá-la para o papel contact.

É MUITO IMPORTANTE prestar bastante atenção na hora de traçar o desenho no papel, pois ele deve estar espelhado para que na hora que você cortar, ele fique do lado certo, assim:


*Caso você tenha imprimido o molde, utilize o durex pra fixar bem o papel, assim você não corre o risco de cortar errado.



Agora é hora de colar! Nessa parte é necessário ainda mais cuidado pra não deixar dar bolha no adesivo. Você deve tirar uma pequena parte e ir colando aos poucos. Se precisar pode usar uma régua pra te auxiliar. O importante é não deixar bolhas de ar.

O resultado ficará assim:



Muito fácil, não é? E você, está esperando o que pra fazer o seu? Deixe nos comentários o link da foto da sua arte, ou coloque no instagram com a #adesivospf quero ver a criatividade de vocês!





*post realizado por Carolina Lima, colaboradora do blog. 
22 fevereiro

Lugares mágicos que toda criança deve conhecer!

by , in
Oi, oi pessoas!
O post de hoje é muito especial, e eu contei com o David lá do Olímpico Literário para montá-lo. 

 
Nada melhor do que fazer em um verdadeiro tour não é mesmo?! Hoje nosso dever é guiar vocês pelas vastas terras de Nárnia, ou então pelo clássico e encantador universo de Harry Potter. Preparados? Nosso tour pelos pontos turísticos irá começar!

Em nossa primeira parada vamos viajar para uma terra mágica e misteriosa onde grandes reis e rainhas um dia governaram, enfrentando perigos e protegendo seus habitantes. Nesta primeira parte da jornada, vou apresentar para vocês lugares fantásticos de Nárnia que toda criança deve conhecer. Você não conhece? Então com certeza você precisa ler as aventuras escritas por C.S Lewis, e sua magnífica jornada, cheia de reviravoltas. Mas vamos aos pontos que você tem, em algum momento da sua vida, que visitar!



É comum receber pessoas o tempo todo aqui em Nárnia. Estão sempre curiosas e ansiosas para conhecer os lugares, então hoje eu vou mostrar para vocês alguns essenciais que as crianças devem visitar, mas os adultos também podem. 

Começando por Nárnia, que é habitada por humanos, animais falantes e criaturas mitológicas. É por onde muitos passaram antes de iniciar suas jornadas, inclusive os Pevensie, eternos reis das nossas terras mágicas. Todo mundo lembra deles, certo?



A Mesa de Pedra é onde Aslam sofreu nas mãos da vaca, malvada Feiticeira Branca, mas é lá também que ele se reergueu e encheu novamente nossos corações de esperança. É um ótimo lugar para se visitar. Até respirar lá é diferente.

Por ser o lar dos gigantes, é fato que todas as crianças querem visitar Ettin. Em Cadeira de Prata conhecemos esse local incrível e interessante que sempre nos deixa com a sensação de que podemos ver mais. Mas tomem cuidado, viu?! Às vezes eles não olham por onde andam. 

O Reino Profundo é onde vive a Feiticeira Verde, lá não é um lugar muito apropriado para crianças, porém, eu sei que existem aquelas audaciosas que gostam de desafiar o perigo. Mas tomem cuidado, existem teorias que afirmam que a tal Rainha do Submundo é a reencarnação da Feiticeira Branca. Credo! 

Antes de continuarmos, vale salientar que aos arredores de Nárnia temos muitos lugares para visitar, mas escolhemos apenas alguns, para o post não ficar muito grande. E dentre eles, Cavacópolis, onde o Burro Confuso comprou laranjas uma vez, e eu posso dizer com convicção que são as melhores do universo! É impossível ir em Nárnia e não experimentar as laranjas de Cavacópolis.

O Dique dos Castores, é mais um ponto mega importante, sendo uma represa aconchegante e muito bem planejada pelo falecido Sr Castor. Em O Leão a Feiticeira e o Guarda Roupa ele foi bem apresentado para nós, e alguns anos depoisMiraz construiu seu castelo próximo ali. Então você vai no dique e acaba conhecendo também o castelo de Miraz. Fantástico né?! Visitar dois lugares com um passeio só!

Terebíntia é uma das muitas ilhas do litoral de Nárnia. Não é a mais próxima, mas eu posso garantir a vocês que é a melhor. Em A Viagem do Peregrino da Alvorada conheci essa praia maravilhosa que eu nunca mais me afastei. Recomendo que façam o mesmo.

Para os que gostam de uma boa aventura ao ar livre, eu desafio a chegar ao Pico da Tempestade. É o local mais alto de Nárnia, localizado em Arquelândia. Para deixar tudo mais interessante, saibam que lá ocorreu uma grande batalha entre dois homens poderosíssimos!



E para finalizar essa visita incrível a Nárnia, vocês devem ir em Cair Paravel (não tem como não querer visitar). Esse castelo já passou por muitas coisas, tem estruturas fortes e história incríveis pregadas em suas paredes reconstruídas. É lá que os reis de Nárnia reinam e onde fica a foz do Grande Rio. Incrível não?
Eu amaria ficar aqui conversando com vocês sobre os lugares fantásticos que existem em Nárnia, mas tenho que ir em Azim Balda (Cidade da Calormânia escolhida como sede do correio) deixar alguns livros por lá, então fica para a próxima.
Não se esqueçam de trazer as crianças aqui mais vezes! Nárnia está sempre de portas abertas para quem quiser visitar, basta acreditar. E lembrem-se: Estejam do lado de Aslam, mesmo que não haja Aslam. Vivam como um Narniano, mesmo que Nárnia não exista.



E já que estamos falando em magia, e estamos basicamente em dezembro (férias chegando) para os interessados em estudos, o universo de Harry Potter é a pedida certa. E o David levará vocês para lá agora.



Para começar nossa viagem, saindo dos mundos encantados, pegaremos um trem rápido na Plataforma 9 ¾ na Estação King’s Cross, em Londres. Depois de uma rápida partida, onde pelo caminho você pode deixar as crianças a vontade, conhecendo os alunos magos que estarão nos acompanhando, aproveitando suas guloseimas (cuidado com os sapos de chocolate!), faremos uma breve parada Hodrig Hollow, cidade natal da família Potter, e onde morou um dos mais importantes diretores de Hogwarts, Alvo Dumblerdore. Vai ser uma passadinha bem básica, porque temos que seguir para Hogsmeade, cidadezinha aconchegante, onde os alunos da escola de Magia e Bruxaria sempre vão visitar quando precisam de um tempinho fora do castelo. A cidade é lar da famosa loja de doces Dedos de Mel, e onde os mais crescidos podem encontrar a MELHOR cerveja de amanteigada que existe entre os dois mundo. Mas cuidado para não passar da conta e ir parar na Casa dos Gritos. Não é um lugar muito indicado para uma pessoa em sã consciência.

Finalizado essa parte da viagem, hora de conhecer o melhor! Haha, alguém disse Hogwarts? Além de ser uma aclamada escola de magia e bruxaria, palco de batalhas épicas e inesquecíveis, ainda possui uma grade de ensino EXCELENTE, com professores ainda mais incríveis. Com certeza, estando no mundo de Harry Potter, é mais que obrigatório dá uma passadinha aqui. Vá ao Salão Comunal, ou visite o Corujal, Sala Precisa, e até a sala do diretor da escola (provavelmente você vai achar uma Fênix pra lá de incrível por lá); sem esquecer-se de passar no Chapéu Seletor, para que ele direcione você para a casa a qual pertencerá (não querendo persuadir, escolha GRIFINÓRIA OU LUFA-LUFA! Rsrsrs, brincadeira. Escolha a que melhor você se encaixar!).



E estando e Hogwarts, não deixe de dá um pulinho na alegre Cabana do Hadrid, nosso guarda-caça, um gigante super amigável! Ele gosta de tomar chá à tarde, e também de criar monstros. Tome cuidado, alguns são perigosos. Mantenha distancia deles (principalmente se Hagrid aconselhar que você siga as aranhas!). 



Para os estudantes novatos, que vão começar no ano vem, O Beco Diagonal é o local certo para adquirir seu material. E não esqueça, se precisar de dinheiro, Banco de Gringotes, lugar extremamente seguro para suas economias, é local indicado (acho que eles não fazem empréstimo :P). E ainda, caso queira adquirir algumas vomitilhas, ou artefatos para criar certas “brincadeiras” na escola, visite a loja dos irmãos Welsley, mas mantenha total distancia da Travessa do Tranco, não é um local para crianças hein, e nem para um mago sábio!

Para os adultos, acredito que uma viagem ao Ministério da Magia será muito instrutivo. Lá temos muitas pessoas importantes e séries, além de alas restritamente misteriosas. 

E se você, quiser outras alternativas de escolas, bem, para as senhoritas, temos a Academia de Magia de Beauxbatons, uma escola mágica especificamente para mulheres, muito requintada e formal. Já para os rapazes que curtem algo mais radical, Durmstang, a escola masculina, é a pedida certa. Vale lembrar que na hora de escolher, avalie bem todas as propostas.

E então, prontos para a viagem? Informados dos pontos que iremos visitar, peguem seus livros, procurem um local tranquilo e deixem a imaginação rolar!
20 fevereiro

TU E APENAS TU, MORTE

by , in
Era uma jovem mulher muito amada por todos, principalmente por sua filha. Viviam bem antes de ti, Morte. Já não vivem mais. 
Chegas de todas as formas, tu és esperta. E preparaste, junto da Velha Saudade, para que vós atormentásseis a filha de Eva. 
Ela, assim como tu, esperou que o coração se tranquilizasse para que viesse atormentar aqueles que tentam viver, a jovem filha de Eva que tentara viver. 
Tão frágil, mortal. E aproveitaste, Morte, para que o seu rúptil sentimento fosse o então culpado pela desgraça que tu causaste.
Tu e apenas tu. Mesmo que tentes, todos sabem da verdade, mas o medo, Morte, os impede de proferir até mesmo o teu nome. 
Até onde tu chegas para fazer com que o sentimento de culpa por algo que tu causas apodere-se de quem sofre?
Ai! Ai!, Morte.
Mesmo que graves a saudade e o pesar no coração das pessoas por quem passarás, elas precisam continuar a viver. Até que tu voltes e cumpra teu papel também lhes levando. 
Flores vão nascer e morrer, as estações do ano passarão, aniversários serão celebrados, filhos serão concebidos, mas a única certeza que todos têm é que tu, Morte, podes chegar a qualquer momento.
Até que leves a filha de Eva, que ainda sofre com a imagem da mãe que tu levaste. 
Até onde és capas de levar a infelicidade? 
Em que momento o que fazes tornará alívio? 
Em algum momento assim será?




Post Top Ad

Instagram