Post Top Ad

{Textualizando} Nárnia Day

Oi, oi pessoas!

Vocês sabem que eu amo As Crônicas de Nárnia, e por esse motivo eu vou passar o Nárnia Day aqui com vocês. Falando um pouco sobre o que eu sinto quando o assunto são essas terras mágicas.



Completando 65 anos, nossa velha Nárnia criada por C.S Lewis já recebeu muitos visitantes, além dos reis e rainhas que contemplaram suas páginas, mais de 85 milhões de leitores já entraram nesse reino e conheceram as terras mágicas que o rodeiam. 
Cada lugar de Nárnia é especial, sempre que estou aqui me sinto bem. Até quando tenho que ir no Reino Profundo, porque mesmo nesses lugares que viveram pessoas más eu ainda consigo sentir a áurea dos que ali batalharam para manter nossas terras salvas. 

E falando em batalhar, quem não se lembra das velhas batalhas de Nárnia? Vivemos tempos difíceis e tivemos que lidar com grandes obstáculos para finalmente chegarmos onde estamos hoje. Quem sabe até já não nos encontramos no campo de batalha? Sinto que muitos de vocês também estavam lá. Espero que do lado certo em?! 

Um dia desses eu estava andando pelas Tumbas dos Antigos Reis e encontrei o Caspian, que aliás em?! Passa dia, passa mês, mas esse homem só fica mais bonito ai ai. Bom, então começamos a andar por ali e a relembrar do dia que ele encontrou os Pevensie pela primeira vez. É engraçado pensar em como começou, como Rei Pedro ficou receoso e no final confiava tanto no Telmarino que deixou sua espada com ele. 



Rei Pedro, o terror dos lobos, o magnifico. Sinto muita falta dele, sabe? Foi um dos primeiros que eu conheci, e um dos que eu mais admirei. Não deve ser nada fácil ser o irmão mais velho, que cuida de todos e ainda tem que lembrar de ser criança. 


Falando em criança, Susana acabou que cresceu demais. Como será que ela vive hoje? Será que se arrepende de algo que fez ou deixou de fazer? Será que ela passa as noites relembrando as brincadeiras de esconder que Lúcia tanto gostava? Podem dizer o que quiser, eu ainda acredito que no fundo ela sente a presença de Aslam dentro dela. 


Eu já contei para vocês que na Arquelândia fiz muitos amigos? São vários descendentes de reis que eu conheci há quase dois anos enquanto andava por ali. Jeo, Murilo, Vic, Julie, Matt, Tai, Vivi e até a Celeste que gosta de falar tanto, fazem parte da União Narniana e deixam tudo aqui muito mais animado do que antes. 

Gosto de ir em Avra para descansar, pensar, refletir. Como seria a minha vida se eu não tivesse entrado aqui? Como seria viver longe das terras e dos habitantes de Nárnia? Será que eu teria encontrado outro mundo que me preenche tão bem quanto esse?

Muitos dos que passaram por aqui já tiveram seu fim. Alguns por causa do tempo, outros por circunstâncias, mas uma coisa é certa: Ninguém que vem em Nárnia é esquecido. Todos deixam suas histórias e experiências que são mantidas durante as gerações e relembradas tão fielmente quanto aquelas mais famosas. As vezes por uma pessoa, outras por várias. Mas uma vez Narniano, sempre Narniano.
Então eu continuo vivendo por aqui sem medo. Indo pegar laranjas com o burro Confuso em Cavacópolis, visitando o antigo lar do Sr Castor, subindo ao Monte Aslam unicamente para sentir sua presença, e sem esquecer de ir ao Eremitério para visitar o Eremita. Sempre que posso também vou em Cair Paravel, porque aquele castelo que já foi tantas vezes reconstruído é uma das maiores certezas que Nárnia vale a pena.
 Assim como o castelo que lhe completa, Nárnia já passou por muita coisa, recebeu muita gente, lidou com grandes desafios. Mas no final, com trem ou sem ela ainda está aqui, aberta para quem quiser visitar. Basta acreditar e achar o portal mais próximo. 

12 comentários:

  1. Oi, Bárbara!
    Que saudades de Nárnia! Seu texto só serviu pra me lembrar disso.
    Me lembro que enquanto lia os primeiros livros, desejava que um mundo tão brilhante quanto esse fosse real. Mas quem disse que não é?!
    Vou terminar o mais rápido possível, porque eu sei que grandes acontecimentos me aguardam.
    Post sensacional! Te vejo lá, qualquer dia desses.

    Um abraço,
    www.entreserieselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Babs!
    Haha, gente que foda <3 Chega bateu aquela nostalgia.
    Não é uma das sagas 3 favoritas da minha lista, mas tenho um carinho especial por alguns personagens, como Edmundo. Pra mim ele é o personagem mais complexo da série toda <3 Lucia <3 Sempre tão fofa. E Aslan, sempre tão foda!
    Parabens pelo seu dia Narniana! Comemore!
    E parabens pelo texto.

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi!!!
    Nem acredito que Narnia completa 65 anos. Foram tantas aventuras vividas nessas páginas.
    Simplesmente amei seu post. C. S. Lewis também me conquistou com essa história linda.
    Linkei seu post na minha link party
    Beijos!!!
    Quer Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  4. deixando claro que adoro quando o ed aparece <3 um dia assumiremos nossa relação, por enquanto ela fica apenas em narnia <3 <3

    ResponderExcluir
  5. Olá
    nossa, acho muito foda essa serie. Eu não sabia que já era tão velhinho o livro, kkk, queria poder ler os livros. mas eu queria as edições individuais, não aquele tijolão do volume único, eu tenho medo daquele livro rsrs
    Bjks
    Passa Lá - http://ospapa-livros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Deu até vontade de reler e assistir os filmes este post!
    Nárnia é vida e o Caspian... ahhhh o Caspian! Muito amor por ele!
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  7. Oie Tudo bem?
    Eu adoro os filmes de Nárnia, porém me falta ler o livro para entrar completamente nesse universo.
    Adorei o texto..
    Beijos!
    www.lindaestante.com.br

    ResponderExcluir
  8. oi ^^
    eu comecei a ler os livros ano passado, mas ainda não consegui terminar.
    eu gosto muito da história de nárnia, mas não é lá essas maravilhas na minha opinião.
    me empolguei demais e realmente é bom, mas pensei que seria melhor sabe? bom, vamos ver quando acabar toda a saga. espero estar com uma opinião melhor.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alice o legal do livro não é somente você ler a história e sim aprender com essa história, é um livro infantil aparentemente normal, mas com um valor enorme e com segredos tão profundo que você só descobri quando pesquisa o que o autor quis passar, enquanto alguns livros contam história, Nárnia conta a realidade e por isso é um clássico da literatura :3

      Excluir
  9. Own Babs, não sei se choro, se grito, se te abraço ou te bato por falar com o Caspian SEM ME CHAMAR! Mas tudo bem, eu amo o Pedro lindo mesmo huehuehuehue Ai Babs, esse Narnia Day foi mesmo um dia muito especial, e eu fico muito feliz que você tenha lembrado de mim e da galera linda e maravilhosa lá do nosso grupo de narnianos. Eu só to passando pra dizer que eu sou meio sumida assim, mas que adoro todos vocês do fundo do meu coraçãozinho narniano, e que sinto muito orgulho de fazer parte dessa família tão grande e tão linda. Lembrem-se sempre galera: Por Nárnia, por Aslam e pelo chocolate, porque manjar turco que me perdoe, mas chocolate é vida. :3 Vou indo, um abraço e os cumprimentos desta @BNarniana

    ResponderExcluir
  10. Oi xará rs
    Que texto maravilhoso, vou até salvar na aba de favoritos
    Sou apaixonada por esse livro e me deu até vontade de assistir novamente os filmes
    beijos
    http://myself-here1.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  11. Lewis pode até ter terminado Nárnia em apenas sete livrinhos, mas com esses sete livrinhos dá para fazer um outro livro maior de tantas coisas que aprendemos quando estamos lendo ele, simplesmente amei o texto e podemos marcar para tomar um chá "receita do tio Tumnus" ou fazer um piquinique a qualquer dia desse perto do ermo do lampião. :D

    ResponderExcluir

Post Top Ad

Instagram