Post Top Ad

30 março

{Resenha} O medo de Virgília - Rosa Mattos

by , in
Oi, oi pessoas!
Hoje eu venho aqui com a resenha de um nacional. Quanto tempo, não?

O medo de Virgília


Editora: Selo Jovem
Ano: 2014 
Páginas: 200
Nota: 5/5
O medo de Virgília - Cercada por pessoas desajustadas (psicopatas, neuróticas, depressivas, insanas, obsessivas, fóbicas e inescrupulosas), Virgília luta para manter sua sanidade mental. 
Dividida entre cuidar da própria vida e ajudar seus familiares que precisam dela financeiramente, muda-se de Cristal (pequena cidade gaúcha) e vai morar sozinha em Porto Alegre, num apartamento herdado pela mãe. Assim, poderá ficar mais perto de Marília, sua irmã mais nova, internada numa clínica depois de tentar matá-la, após sofrer um surto psicótico. 
Virgília começa a trabalhar como gerente de uma joalheria. Lá, ela conhece Alex, o entregador de joias e os dois se apaixonam. Em pouco tempo, serão envolvidos por um laço de amor que os manterá unidos, contra todas as adversidades. 
Além de ser um homem apaixonante, Alex possui um dom incomum, que o torna capaz de tirar vidas, ou salvá-las. E este seu dom, terá um papel importante para os rumos desta história. 
Uma trama onde o grande mistério é descobrir como Virgília conseguirá lidar com tantas situações difíceis que a cercam, sem enlouquecer. 
   Virgília é uma pessoa simples e caridosa. Sua família é conturbada, repleta de maníacos, e ela vive tentando manter-se sã. Mora sozinha desde que sua tia morreu após discutir com o namorado. 
   Ela acaba de ser contratada para trabalhar em uma joalheria muito famosa, e ao mesmo tempo que fica feliz, isso a deixa um pouco angustiada, porque ela precisa trabalhar com bens tão preciosos e ao mesmo tempo conviver com seus medos interiores de possíveis surtos.
   Alex é um entregador de jóias misterioso que chamará a atenção de Virgília logo de cara, e com o passar das páginas a atração entre eles é gigante. 
Mas os mistérios de Alex não são simples, ela estaria preparada para enfrentá-los?
   Quando eu iniciei a leitura do livro, confesso que não estava muito animada, mas quando comecei a me envolver com a história foi inevitável. 
   Narrado em primeira e terceira pessoa, o livro intercala os capítulos com versões da personagem principal e da própria autora que busca nos apresentar melhor os outros personagens. 
   Conhecendo os personagens e os motivos pelos quais cada um fez o que fez, eu comecei a ficar um pouco entusiasmada em continuar a leitura e quando vi, já estava envolta do mundo de Virgília. 
   Virgília é uma personagem fantástica que tem uma história incrível, e apesar dos seus medos é corajosa. Um exemplo de mulher, que você se identificará logo nas primeiras páginas. 
"Somos únicos. Ao mesmo tempo, tão facilmente substituíveis. Porque a vida não para."
    A história segue de maneira leve e tranquila, e por ser um livro curto você o termina em poucas horas. E eu já estou querendo a continuação.
   Esse é o segundo romance da autora, mas mesmo sendo "iniciante" sabe envolver o leitor com suas palavras. Quando eu terminei o livro fiquei um tempo pensando em todos os quotes incríveis que esse livro possui. 
   No fim, eu gostei muito da história, narrativa, quotes, tudo. É um nacional fantástico que vale a pena ser lido. Super recomendado! 
 "A pessoa mais desprezível tinha de ser justamente quem mais a amava."
 Outro livro da autora:
28 março

{Sobre Séries} American Horror Story - Coven‏

by , in
Oi, oi pessoas!
Hoje temos mais um sobre séries feito pela Aline do AlFraga Design.





Formato:serieGênero:Terror/SuspenseTitulo Traduzido: História de Horror Americana: O Clã (BR)Elenco:Jessica Lange/Sarah Paulson/Taissa Farmiga/Emma Roberts /Evan Peters/Polly Blue Eyes/Lily Rabe/Frances Conroy/Kathy Bates/Vine McKay/Denis O'Hare/ Dennis Quaid/Jamie Brewer.Produtores: Ryan Murphy e Brad Falchuk








    Coven é uma temporada que a principio  não promete ser como as temporadas anteriores cheias de mistérios e horror. Eu sempre tive um pouco de preconceito com histórias de bruxas. Nunca me surpreenderam, até eu assistir essa série. 
     Cada temporada de AHS conta um história diferente, mantendo alguns atores do elenco que interpretam personagens diferentes,  e também adicionando novos.
   As temporadas não possuem ligação em suas histórias, embora eu ache que tenham. Então eu recomendo que assistam todas. 
     A história gira em torno do Clã que possui Fiona Goode (Jessica Lange) como a bruxa suprema (ela é uma das minhas atrizes preferidas presente nas três temporadas), Fiona tem o papel de liderar o clã. 

   Seu maior desejo é ter juventude eterna e seu principal objetivo é destruir  a nova suprema que está renascendo dentro do Clã e consequentemente tomará o seu lugar. Para isso, ela irá desenterrar fantasmas do passado e correr contra o tempo para conseguir o que quer. 
    Como todas temporadas anteriores de AHS existe um elemento surpresa em Coven não poderia ser diferente. O "x" da questão irá te prender até o último episódio para descobrir quem será a nova suprema.
    Minha avaliação foi super positiva pois conseguiram explorar a fundo a história,tornando o que parece ser apenas um conto de bruxas, uma agonizante história de suspense, terror e tortura. 

Temporadas:

  • American Horror Story: Murder House
  • American Horror Story: Asylum
  • American Horror Story : Coven
  • American Horror Story: Freak Show

Canais de tv que exibem: FX Brasil e Bandeirantes. 
26 março

Lançamentos de Março - Sextante, Arqueiro e Saída de Emergência

by , in
Oi, oi pessoas!
O post de hoje é sobre os lançamentos da Sextante, Arqueiro e Saída de Emergência!

24 março

Lançamentos de Março - Editora Novo Conceito

by , in
Oi, oi pessoas!
O post de hoje é sobre os lançamentos da Novo Conceito! 
22 março

Lançamentos de Março - Grupo Editorial Pensamento

by , in
Oi, oi pessoas!
O post de hoje é sobre os lançamentos do Grupo Editorial Pensamento! 
20 março

{Especial Dia do Blogueiro} Eu Blogueira

by , in
Oi, oi pessoas!
Hoje é dia do Blogueiro <3
   E em homenagem a essa data eu vim responder uma tag que já é antiga na blogosfera. Vamos lá?

Quando e porque decidiu ser blogueira?
O blog é uma consequência positiva da minha escolha por Jornalismo. Eu criei ele para desenvolver melhor minha escrita e leitura. E nada melhor para fazer isso do que falar de algo que eu amo né?

De onde veio a inspiração do nome do seu blog?
Eu não sei bem, eu fiquei um bom tempo com esse nome na cabeça e quando fui pesquisar não encontrei nenhum blog ativo com ele, então o escolhi e sou satisfeita com ele.

Quanto tempo de vida tem seu blog?
1 ano e 8 meses. Já estamos quase completando o segundo ano do Toca <3 

Qual o conteúdo principal do seu blog?
Acho que... Livros haha.

Quais são os horários que você cria as postagens?
Normalmente eu crio posts durante a noite. Estudo de manhã, de tarde faço trabalhos, leio livros, procuro um emprego (alguém me contrata please) ou durmo, então me resta a noite. 

Tem algum lugar especial onde cria as postagens?
Normalmente é no meu quarto, mas se eu tenho uma ideia eu já anoto independente de onde estou. 

O que você acha que deve melhorar como blogueira?
Acho que meus horários que são péssimos, e criar algum conteúdo que diferencie o blog dos outros.

Prefere responder aos seus leitores no próprio blog ou responde ao visitar as outras blogueiras e blogueiros?
Eu normalmente respondo no blog, mas sempre busco visitar também. Mas os locais que eu mais mantenho contato com os leitores é no twitter. 

Na sua opinião, o que há de mais legal em ser blogueira?
Uma das melhores coisas de estar nesse meio tão imenso, além dos leitores fantásticos,  são os contatos que eu fiz durante esse tempo. Conhecer pessoas que fazem a mesma coisa que você é muito gratificante. Saber trocar experiências, dar e receber dicas é fantástico. 

O que NÃO gosta no mundo dos blogs?
Não gosto das inúmeras confusões fúteis que existem entre alguns blogueiros por pouca coisa. Algumas pessoas perdem a cabeça muito fácil e o que deveria ser um debate vira um ringue. 

Cite três blogueiras (ou blogueiros) que admira e gostaria de conhecer pessoalmente.
Marcela do O Cantinho Literário minha gêmea da blogosfera eu admiro muito ela. Espera, escreve superbem e é muito determinada. E também todos os outros Chavosos (grupo de blogueiros) que fazem parte dos meus dias felizes e tristes. 

O que seus pais, seus familiares e seus amigos acham de você ser blogueira? Eles leem o seu blog?
Meus pais acham incrível. Minha mãe faz uma divulgação extra em todos os lugares que ela vai, leva marcadores e fala "Olha, minha filha tem um blog sobre livros" haha. Meu pai já é mais na dele, me parabeniza quando meus resultados são bons e só. Meus amigos sabem do blog, acham bem legal e alguns acompanham fielmente. 

Qual a maior inspiração para escrever as postagens?
Os livros me inspiram, porque é sobre eles que eu gosto de falar. E também os leitores. As vezes eu vejo algo e penso "Humm, o pessoal deve gostar disso. Vou fazer!"

Quando está escrevendo um post, costuma comer ou beber alguma coisa? O quê?
Eu sempre tenho uma garrada com água, bebo o tempo inteiro e sempre preciso dela do meu lado. 

Qual assunto você NÃO publicaria jamais?
Acredito que assuntos que fujam do tema do blog.

Faz posts pelo celular?
Sim. Não é muito legal, é chato, tem que ter paciência. 

Tem canal no youtube? .
Não possuo canal (ainda?),

Quantos blogs você tem?
O Toca é o único ativo, mas tenho um que eu fechei com fanfics que escrevi em 2011 (péssimas).

Que conselho daria a todas as blogueiras e blogueiros?
Parcerias e número não definem qualidade. Não desanimem, não desistam e acima de tudo, amem blogar,  O retorno vem com o tempo.

Então, meus queridos amigos blogueiros, um feliz 20 de março! Muitos e muitos anos de blog para todos nós. E muitos leitores lindos e maravilhosos assim como esses que já nos acompanham <3

18 março

Lançamentos de Março - Editora Gente e Única

by , in
Oi, oi pessoas! 
   Hoje eu estou iniciando uma série de posts que apresentarão os lançamentos das editoras parceiras aqui do blog. Vamos então com as da Gente e Única.
15 março

{Resenha} Tensão - Gail McHugh

by , in
Oi, oi pessoas!
O livro de hoje é um lançamento de fevereiro da Editora Arqueiro.

Tensão

Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Páginas: 336
Nota: 3/2



Após a morte da mãe, a vida de Emily Cooper vira de cabeça para baixo. Ela precisa de um novo começo, e Dillon Parker, seu namorado, a convence a se mudar para mais perto dele a fim de passarem mais tempo juntos.Em Nova York, Emily arranja um emprego temporário como garçonete em um restaurante no centro de Manhattan. Ao sair para fazer uma entrega logo no primeiro dia de trabalho, ela esbarra em Gavin Blake, um empresário sexy e bem-sucedido. Assim que seus olhares se encontram, há uma tensão no ar, mas nenhum dos dois consegue entender ou explicar essa forte conexão. Atormentada, Emily tenta não pensar muito naquele desconhecido que mexeu tanto com ela.Porém, ela descobre que Dillon e Gavin são amigos e que terá de conviver com ele muito mais do que poderia ter imaginado. Perdida em sentimentos confusos, Emily sente o desejo por Gavin crescer e se tornar mais ardente a cada vez que se encontram. Será que os dois vão resistir à tensão ou se entregar a essa paixão, apesar de todas as consequências?

   Emily Cooper acaba de perder a mãe e deseja recomeçar. Assim decide se mudar com seu namorado para outra Nova York. E é em seu novo emprego  no centro de Manhattan que ela vê Sr. Gavin Black pela primeira vez.
  O homem dos sonhos, mais conhecido como Gavin é um poderoso empresário e determinado a ter o que quer. E ele quer Emily desde que foi servido por ela no restaurante, mas nada é simples. Ela é comprometida e com seu amigo. 
Desfrutar o proibido ou seguir o que é certo? O que você faria se estivesse no meio desse triângulo?

   Todos vocês sabem que eu detesto triângulo amoroso. Desde os tempos de Crepúsculo até a atualidade A Seleção. E quado solicitei esse livro para a editora, tive uma pequena esperança de que as coisas mudariam. Mas não aconteceu. 
  Narrado em terceira pessoa, a autora iniciante nos apresenta um universo já conhecido, mas de uma maneira diferente. 
  As dúvidas de Emily vão se arrastando juntamente com a história que se tornou monótona. 
"Sua cabeça travava uma batalha feroz para negar o que seu copo já sabia..." 
   Os personagens são bem apresentados e é possível conhecer os três de uma maneira agradável. 
   Emily é inteligente, carinhosa, mas também atormentada. Ao mesmo tempo que sabe o que quer, ela fica voltando atrás e repensando diversas vezes suas ações. Isso não é bom para o livro, porque a leitura fica um pouco arrastada por causa disso. 
   Dilon é um idiota. Aquele tipico personagem de triângulo amoroso que está no lado dos odiáveis. No inicio do livro eu estava encantada com sua dedicação e carinho, mas no final eu já o detestava profundamente. 
   Gavin é muito sedutor. Este já está no lado dos adoráveis, e assim como a autora quis, por ele eu me apaixonei. Poderoso e determinado ele vai conquistando tudo o que quer da sua maneira.
"Cada pedacinho de você foi feito para mim. Seus lábios foram feitos para beijar os meus, seus olhos foram feitos para se abrirem para mim de manhã e encontrarem os meus a admirando, na minha cama, todos os dias, e sua maldita língua foi feita para dizer o meu nome."
   Mesmo com ótimos personagens, a autora não conseguiu aprofundar a história. Algumas coisas ficaram no ar. 
  Os cenários foram muito bem escolhidos e também descritos de uma maneira simples, mas satisfatória.
 O final para quem já leu livros do gênero não é uma surpresa, típico de livros que dão abertura para a história que ainda irá se desenvolver nos próximos volumes. 
"A parte mais triste sobre essa coisa toda é que, enquanto eu estava lá pedindo para você ficar, eu fodidamente não percebi que você já tinha ido embora."
  O primeiro exemplar da duologia que se tornou best-seller do The New York Times, não me prendeu como eu gostaria. Confirmado que meu relacionamento com os triângulos amorosos já terminou e não tem mais volta. 
  Recomendo o livro para os que gostam de triângulo amoroso, ou pelo menos não ficam querendo assassinar os personagens a cada duas páginas. 
É realmente uma Tensão




13 março

{Especial} Sexta-feira 13

by , in
Oi, oi pessoas!
   Hoje é sexta feira 13 e para os supersticiosos, medrosos e amantes do terror esse dia tem um significado interessante. A Sexta-feira no dia 13 de qualquer mês é considerada  como um dia de azar. Pensando nisso, o Plínio lá do Entre Séries e Livros me convidou para falarmos de histórias de terror que nos marcaram. 
   Claro que ele fez esse convite com o intuito de me deixar sem dormir já que eu me encaixo no Team Medrosos. 


Vamos começar com um Top 5 livros de terror que eu li (e não dormi):

O Cemitério
 O Cemitério - Stephen King

   Stephen é muito conhecido por seus livros macabros. Quado apostei na leitura de Cemitério não acreditava que seria tão forte. O livro além do terror, testa o psicológico do leitor. O que uma pessoa seria capaz de fazer para trazer de volta a vida alguém que já morreu?
   Gente, só de pensar nesse livro eu já fico com medo. Durante a leitura eu ficava imaginando "E se fosse eu?". 
"Uma terra maligna que atrai pessoas com promessas sedutoras. Um universo dominado por forças estranhas capazes de tornar real o que sempre pareceu impossível."



A Passagem
A Passagem - Justin Cronin
  A Passagem é um livro pós apocalíptico.  Os sobreviventes tentam viver de maneira estável em um mundo repleto de vampiros. 
    O livro é meio que um The Walking Dead de vampiros. Esse é fascinante! A narrativa detalhada me deu náuseas em algumas partes, mas fora isso achei incrível. 
E no fim cheguei a concepção de que, se estivesse lá, não iria sobreviver haha. 
 "Na transição do mundo que conhecemos para um que não poderíamos imaginar encontra-se uma humanidade sitiada pelos próprios erros."


Os Três

Os Três - Sarah Lotz
   Os Três foi uma das melhores leituras de 2014. Quatro aviões caíram em diferentes partes do mundo, além de terem caído no mesmo dia, possuem um fato em comum: três crianças sobreviveram, e uma delas está desaparecida. Um código é deixado por uma sobrevivente antes de morrer. Eles deviam cuidar do menino. Mas todos que se envolveram com Os Três tiveram um terrível fim.
   Penso nesse livro e fico com medo. Provavelmente toda vez que entrar em um avião me lembrarei dessa história. Mas com certeza foi um dos melhores e mais assustadores que eu já li na vida. 
"Quinta-Feira Negra. O dia que nunca será esquecido."



Nosferatu

Nosferatu - Joe Hill
   É claro que se o pai está aqui, o filho também está haha.        Uma garota que encontra do outro lado da ponte a resposta para suas dúvidas. 
   É amiga de um  homem que se alimenta de crianças, e a leva para um local chamado Terra do Natal. Onde o Natal é o ano todo.
   A Terra do Natal não está em mapas, mas ela está ali. Se você entrar no carro não conseguirá escapar. Nunca mais.
   Sou muito suspeita para falar do Joe e de seus livros Eu simplesmente amo tudo que ele faz. Mas como eu disse, esse livro vem com um terror mais leve, muitas mortes e uma história diferente e curiosa. 
"Uma viagem alucinante ao mundo do terror."

ORION

Orion - Rodrigo Kilzer
   Vamos honrar nossos autores nacionais né, gente? 

  Fábio perdeu o pai e recebe uma proposta estranha que poderia trazê-lo a vida novamente. Quando aceita, é transformado em um ser macabro, repulsivo que se alimenta de sangue humano. 
Fábio já não existe mais.
   A história que se passa no Brasil, vem com um terror mais puxado para o suspense. Eu li o livro rapidamente, e mesmo ficando apreensiva na maior parte. dei algumas risadas também. 
   É engraçado, assustador, macabro, é muita coisa boa em um livro só. 
"Fabio precisará fazer uma escolha essencial entre em quem ele se transformou e quem realmente é."



E agora vamos com um Top 3 filmes de terror feito pelo Plínio:


Invocação do Mal - 2013
    Harrisville, Estados Unidos. Um casal (Ron Livinston e Lili Taylor) muda para uma casa nova ao lado de suas cinco filhas. Inexplicavelmente, estranhos acontecimentos começam a assustar as crianças, o pai e, principalmente, a mãe. Preocupada com algumas manchas que aparecem em seu corpo e com uma sequência de sustos que levou, ela decide procurar um famoso casal de investigadores paranormais (Patrick Wilson e Vera Farmiga); quando eles aceitam fazer uma visita ao local, descobrem que algo muito poderoso e maligno reside ali. Agora, eles precisam descobrir o que é e o porquê daquilo tudo acontecendo com os membros daquela família. É quando o passado começa a revelar uma entidade demoníaca querendo continuar sua trajetória de maldades.
   Pensem em um filme que não só te assusta, mas te impressiona e te faz ficar triste com a história. Agora pensem em um filme com todas essas caractrísticas, e adicione doses exageradas de medo. "The Conjuring ", ou "Invocação do Mal" estreiou para surpreender os fãs de Terror, e traumartizar os mais medrosos.
   Além de ter sido muito bem dirigido, o longa é estrelado pela incrível Vera Farmiga, que se destaca em grandes dramas e suspenses.
   Sem dúvidas, esse é o meu filme de terror preferido, e eu recomendo de olhos fechados. Pare o que você estiver fazendo, e assista!

A hora do Pesadelo - 2010
   Um grupo de adolescentes de um subúrbio americano tem um sonho em comum, envolvendo Freddy Krueger (Jackie Earle Haley). Ele é um assassino desfigurado, que sempre os persegue em seus sonhos. Enquanto eles estão acordados não há risco algum, mas quando adormecem é a chance que Krueger tem para dominá-los.  Enquanto tentam desesperadamente se manter acordados, eles assistem um a um, os amigos morrerem ao falhar.
  Para os que gostam de filmes sangrentos, esse remake do clássico de 1984, é super indicado. Os produtores apostaram em um elenco famoso (que eu gostei bastante). O longa foi filmado incrivelmente rápido (com apenas dois meses), e arrecadou uma boa bilheteria mundial. 
  Não me canso de ver esse filme. Essa nova versão não agradou muita gente, mas eu sempre me divirto assistindo. rs Vale a pena!!

 
Ouija - 2014
   Filme baseado no jogo de mesmo nome, utilizado para estabelecer comunicação com espíritos. De acordo com as regras do jogo, os espíritos fazem uma pedra se mover sobre letras em um tabuleiro, compondo frases destinadas aos jogadores. Na trama, uma adolescente deve lidar com a morte da amiga, e usa Ouija para se comunicar com a mesma. O que ela não sabe, é que o jogo que deveria lhe trazer respostas, torna sua vida um inferno.
   Criei muitas expectativas para esse filme, pois aborda um assunto que desperta curiosidade em muita gente: comunicação com os mortos. Eu não esperava um terror que me assustasse, mas queria ver uma boa história e uma trama que prendesse. E, de fato, Ouija prendeu minha atenção. Os produtores também apostaram em um elenco famoso, o que provavelmente foi o motivo do filme ter arrecadado o dobro da bilheteria esperada.
   Pra quem está começando a se aventurar pelos filme de horror, essa é uma boa pedida.
Gostei bastante!!

E vocês? Quais livros/filmes macabros recomendam para essa sexta-feira 13?


10 março

{Resenha} Um Sonho Perfeito - Susan Fox

by , in
Oi, oi pessoas!
   A resenha de hoje é do segundo livro da Susan Fox que eu li. Vamos lá?
Um Sonho Perfeito

Editora: Única
Ano: 2014 
Páginas: 352
Nota: 3/5
Um Sonho Perfeito - Há dez anos, quando ficaram juntos, a única coisa que Jess queria era uma noite perfeita ao lado de Evan. No entanto, ela não esperava que essa noite de entrega pudesse deixar marcas tão profundas. Agora, quando os dois se reencontram, o sentimento que parecia estar adormecido é acordado com uma força maior do que imaginavam. E Jess, por mais que queira negar, fica sem fôlego perto do homem que Evan se tornou.
O que ele sequer imagina é que ela guarda um segredo que pode mudar a vida dele para sempre, e isso, somado ao turbilhão de lembranças, a deixa mais confusa do que nunca. E a intensa conexão que os liga poderá ser mais forte do que as resistências que sempre os separaram.Será que Jess estará pronta para revelar toda a verdade a Evan? Estaria ele preparado para se entregar à nova vida que esse antigo amor lhe propõe? Afinal, o amor exige entrega, e só um salto de coragem pode fazer acontecer um sonho perfeito.
   Quando eram adolescentes, Jess e Evan tiveram uma linda noite de amor juntos. Assustado, Evan vai embora. E depois de um tempo ele volta e tenta retomar a amizade, mas Jess não permite e eles ficam afastados por anos. 
   Agora já adulto, Evan está em Mahhattan. Trabalha em uma empresa de aconselhamento e tem uma namorada linda. Ele tem tudo que sempre sonhou. 
   Ele precisa ir a trabalho a um hotel fazenda, fazer uma avaliação e decidir se aquilo é o que o cliente precisa. Mas tenta fugir dessa tarefa, porque o hotel está localizado em Caribou Cross, lugar que Evan vem fugindo à anos. 
   Ao se hospedar no hotel, ele descobre que Jess está trabalhando lá. 
E agora, ambos tem que lidar com uma atração física que não foi abalada nem depois de dez anos. 

   Esse é o segundo livro da série Caribou Crossing, no primeiro podemos acompanhar Jess e Evan novinhos e divertidos. E nesse já estamos em sua fase adulta e madura.
   Com uma narrativa em terceira pessoa, o livro começa de uma maneira boa e uma leitura gostosa, mas que com o passar das páginas se tornou arrastada. 
  Os segredos de Jess são o que impulsionam o leitor a continuar a ler, a autora foca bastante nisso. 
"E nós, onde ficamos? Jess se perguntou para depois responder a própria dúvida: Em lados opostos do continente."
   Evan se tornou maduro e responsável, carinhoso e feliz. Ele é aquele tipo de personagem apaixonante. 
   Eu achava Jess madura até descobrir o segredo tão misterioso dela. A irresponsabilidade foi enorme e eu não consegui concordar com seus atos, nem pensando pelo lado dela. Ela foi egoísta. 
   Os personagens secundários foram muito bem desenvolvidos e aproveitados. Deram um conteúdo extra. 
   O livro possui bastante páginas, mas mesmo com todas elas a autora não conseguiu finalizar a história de maneira convincente. Termina com uma lacuna enorme que eu espero ser preenchida no terceiro livro. 
   No fim o livro que fala de segundas chances, valores familiares e amor não me satisfez como gostaria. Criei expectativas e elas não foram supridas. 
"Ela seria feliz, não seria?"
  Esse é aquele tipo de livro que você tem que ler sem esperar muita coisa para se surpreender. Acredito que muitas pessoas apreciarão melhor se fizerem isso. 

   E vocês? Já leram esse livro? Já leram algo da Susan? 
08 março

Mulheres da Literatura

by , in

Hoje é o nosso dia, mulheres. O dia em que relembramos a morte da astrônoma Hipátia e também a   luta social e política que as nossas antepassadas tiveram para que hoje tenhamos os direitos que temos. 
Mas ainda não acabou, e podemos ver que a luta feminista ainda permanece hoje em dia. E uma outra forma de encontrar o poder feminino é nos livros. Existem aquelas personagens guerreiras que vão em busca do que desejam, as sensíveis, as românticas. E sempre vai haver uma em que você se admira. Hoje eu vim falar com vocês sobre cinco personagens femininas que eu me inspiro.


Janie - Wake (Lisa McMann) 

   Janie é a personagem principal da Trilogia Wake, e ela tem um "dom". Ela entra nos sonhos das pessoas, que em sua maioria são pesadelos. Os sonhadores pedem ajuda, mas ela não sabe como fazer isso, e então ela parte em busca de uma resposta para tudo, e assim, conseguir ajudá-los e se ajudar. E mesmo com as consequências disso, nós podemos acompanhá-la lutando, pesquisando e seguindo em frente. 
   Gosto muito dessa personagem, porque ela foge do padrão que conhecemos. É forte, determinada e sabe o que quer e vai em busca. Gostei muito do destino que ela teve, da forma como a conclusão da história dela aconteceu.  É realmente uma personagem inspiradora. 

Susannah - Insana (Susannah Cahalan

   Primeiramente tenho que dizer que Susannah é uma personagem real. É uma jornalista que passou por momentos muito difíceis na carreira. Teve uma doença grave e nenhum médico sabia lhe dizer o que era essa tal doença. 
   Gosto muito de Susannah primeiramente por ela ser tão guerreira. Sempre que eu recebo livros escritos por Jornalistas ou que contam sobre a vida deles eu fico encantada. Quando cheguei ao fim do livro eu não sabia se chorava, ria ou dois. Susannah consegue nos mostrar claramente que ir em busca dos nossos sonhos nem sempre é fácil, mas que desistir nunca deve ser uma opção. 

Amma - Dezesseis Luas (Margaret Stohl e Kami Garcia

   Amma é uma babá feiticeira que nos é apresentada desde o primeiro livro da série. Se mostra poderosa e confiante nas coisas que faz e isso levou a ela uma legião de fãs. Inclusive eu. 
   Foi no Dezoito Luas que eu comecei a ficar admirada com o poder dessa mulher. Ela já passou por muita coisa, e  continua passando com o decorrer do livro. Tem o dom de conversar com os antepassados e prever o futuro, quem não queria ter esse dom? Essa mulher é fantástica! 

Ninfadora - Harry Potter (J.K Rowling

   Ninfadora é uma metamorfomaga, ou seja, ela pode modificar sua própria aparência sem a utilização de feitiços ou poções. E isso é algo muito raro, vem de nascença, não pode ser ensinado. 
   Quando eu li Harry Potter e a Ordem da Fênix, e tive o primeiro contato com a Tonks, eu logo pensei "Lufana!". Já comecei a amá-la nesse instante, já que eu sou Lufana e sou frustrada porque a Lufa Lufa não recebeu total atenção que deveria.  Ai como se já não bastasse ser Lufana, ela tem um poder incrível, é uma fofa, se torna amiga do trio principal e uma conselheira para Gina.
   No Enigma do Príncipe, ela volta um pouco mais sombria, e ao descobrir o motivo disso foi que eu a amei mais. Ela é incrível, linda, forte, e um orgulho para a Lufa Lufa. 

Susana - As Crônicas de Nárnia (C.S Lewis

   Susana é uma das rainhas de Nárnia e por esse simples fato ela já é uma mulher inspiradora. 
   Mas o que me conquistou mais nela, foi o fato de que mesmo indo para um outro mundo ela manteve-se sensata, racional e madura. Um exemplo para sua irmã e sempre quis ajudar a mãe. 
   Liderou arqueiros e consegue nadar muito bem. Ela é incrível, amo a personagem em si. Infelizmente o final que ela teve não agradou a todos, inclusive a mim. Mas admito que o livro conseguiu retratar bem que, mesmo tendo um reino, uma habilidade incrível e sendo amada por tantas pessoas, Susana era apenas uma adolescente. Humana. Sujeita a cometer erros.  Eu admiro muito essa personagem. 


E ai? Quais são as personagens que inspiram vocês?

03 março

{Sobre Séries} Grimm

by , in
Oi, oi pessoas!
   "Bárbara, você começou a assistir séries?" não, meus caros leitores, esse milagre ainda não aconteceu. Mas como eu penso em vocês, resolvi abrir uma vaga aqui no blog para uma pessoa falar sobre séries. Já tivemos aqui conosco o Plínio, que agora está cuidando inteiramente do blog dele. 
   Então agora deem boas vindas à Aline que é dona do AlFraga Design  e vai ficar aqui conosco por um tempo (espero que muito). 
    Então agora, deem uma olhadinha no post dela sobre a série Grimm.




Formato: Série 
Gênero: Suspense/Fantasia/Terror/Policial
Elenco: David Giuntoli, Russell Hornsby, Silas Weir Mitchell, Bitsie Tulloch, Reggie Lee, Sasha Roiz.
Produtores: Norberto Barba, Jim Kouf, David Greenwalt, Sean Hayes, Todd Milliner.
Diretor: Clark Mathis






   A Série acontece em Portland - Oregon (Estados Unidos), onde conta a história de  Nick Burkhardt (David Giuntoli), um detetive de homicídios que leva uma vida aparentemente normal com sua noiva Juliette (Bitsie Tulloch), até ele descobrir que sua maior missão é manter o equilíbrio entre o mundo real e o mundo sobrenatural. 
   Missão essa cumprida por seus antepassados que descendem de uma sociedade secreta de caçadores de criaturas do mundo das fábulas (conhecidas como Wesen). 
   Junto com a sua missão ele ganha um companheiro inusitado que é na verdade o que mais me chama atenção na série (na verdade, Quem) me chama mais atenção na série, sim, é o Monroe (Silas Weir Mitchel) com seu excêntrico jeito Blutbad de ser.
    Nick torna-se aliado de Monroe que por ironia é um Wesen de espécie Blutbad, um lobo "mal"que na verdade só quer ajudá-lo a encarar todas as adversidades desse mundo paralelo.

   Segundo opiniões tenho um gosto peculiar na hora de escolher meu favorito nas séries que acompanho, e nessa o Wesen é meu favorito.
  Nos próximos posts vocês irão notar, conforme eu for listando meus favoritos,  se identificarão com as minhas escolhas, ou irão me julgar como quem tem gostos peculiares para personagens favoritos em séries. .
   No decorrer da série nota-se que as coisas não são tão simples quanto parecem, pois Nick além de enfrentar essas criaturas  tem de despistar os olhares de seus colegas de trabalho e de sua noiva Juliette para que não  os coloquem  em risco.
Mas até quando ele conseguirá deixá-los fora de perigo e manter seu segredo guardado?

   Grimm consegue transformar toda aquela magia das fábulas em pesadelos sangrentos, monstros assassinos e ao mesmo tempo nos mostrar que alguns monstros são tão cruéis assim (Monroe).
 Cada episódio surpreendente, com novos personagens incríveis e uma história chocante cheia de mistérios, fantasia e ação, que irão te prender desde o primeiro episódio a cada fim de temporada. 

                                 
Temporadas: Atualmente a série possui 4 temporadas, sendo a última disponível com 14 episódios até o momento. Cada temporada possui 22 episódios.
Exibição: Emissora de Televisão Original NBC (Estados Unidos), Universal Channel (Brasil).
    A série é daquelas que você assiste uma temporada inteira em um dia (assim como eu)

    Se tiverem alguma sugestão de série pra eu ver comentem aqui no post. 


Até a próxima! 

Post feito por: Aline Fraga

01 março

{Resenha} Diário de Estela - Stern e Jem

by , in
Oi, oi pessoas!
   Sabe aquele típico livro infantil que a gente adorava na infância (e até hoje hehe)?. Hoje eu vou falar sobre um publicado pela Editora Jangada. 

Editora: Jangada / Ano: 2014 / Páginas: 232
Estela é um anjo do amor, ou melhor, pretende ser, assim que se formar no Instituto Nuvens Altas e conseguir finalmente suas preciosas asas; o que ela acredita não ser tão complicado se não fosse a sua missão: conseguir que dois humanos APS (Amigos para Sempre) se apaixonem. E para dificultar, seu tutor tem fama de ser o mais exigente e que reprova todos os alunos. Em "Diário de Estela", você irá acompanhar dia a dia a complicada missão de Estela para se tornar um anjo do amor e saber porque ela precisa tanto das suas asas. 
   Assim como nos é apresentado na sinopse, Estela tem o sonho de ser um anjo do amor e para isso precisa conseguir suas asas. Seu tutor Joel é quem a avalia, e é um dos mais exigentes, e isso a preocupa. A missão que ela recebe é muito complicada. Ela tem que conseguir que dois melhores amigos declarem-se um para o outro. 
   Emma e Nick são vizinhos e melhores amigos desde sempre. Emma é tímida e recatada, e Nick é bastante popular, ama esportes e jogos. E se já não bastassem essas divergências, temos Jéssica, uma menina que gosta de Nick e fará de tudo para afastá-lo de Emma.
   E agora Estela precisa conseguir cumprir sua missão, conseguir suas asas e finalmente se tornar o que sempre sonhou: Um anjo do amor. 
   Quando eu recebi esse livro da editora Jangada, fiquei pensando em várias formas de apresentá-lo aqui no blog. Por fim quando me decidi em fazer uma resenha, foi para que vocês encontrem mais opções de livros para presentear as crianças que devem ser estimuladas a ler desde cedo. Mas logo digo que: Esse livro pode ser lido por todos.
    O livro que vem cheio de imagens e com uma letra bem grande, apresenta muitas aventuras que são  bem narradas e descritas. Enquanto eu lia, me lembrei de um filme que fez parte da minha infância que é aquele em que a Xuxinha é um anjo, sabem? Haha. 
   A narrativa em primeira pessoa é muito boa para a aproximação do leitor com Estela. A personalidade dela é ótima para os leitores menores. Extrovertida, faladeira e muito engraçada ela segue com a história de uma maneira muito gostosa. Por ser um diário a leitura se torna fluída e simples.
   A história se desenvolve de uma forma muito boa. E não é por ser um livro infantil que é tudo bobinho não. Acontecem grandes coisas que deixarão tanto os leitores quanto os leitores kids curiosos. 
   No fim terminamos o livro captando que a mensagem principal do mesmo é que: Não devemos desistir do que queremos mesmo que tudo esteja dando errado. Temos que lutar, correr atrás e nos empenhar o máximo possível para conseguir. E se não der certo, não deveremos ficar tristes. Sempre haverá uma outra oportunidade.
   O livro é em capa dura, gente. Muito lindo, com cores vivas que com certeza chamam a atenção. E por ser capa dura, já podemos presentear nossos kids sem medo de danos (na capa pelo menos haha).
   
    Como eu disse, esse é um livro que pode ser lido por todos. Uma leitura fácil, agradável e leve. Para os mais velhos, uma lembrança da infância e para os mais novos, um impulso para o mundo dos livros.

Post Top Ad

Instagram