Post Top Ad

Bate Papo com Margaret Stohl

Oi, oi pessoas! 
   A Bienal de Minas Gerais começou no dia 14 de Novembro e eu fui dar uma conferida com o Plinio no dia domingo dia 16 (Farei um post sobre a Bienal separadamente) e ao chegarmos lá, uma das primeiras coisas que fomos ver era se ainda estavam disponibilizando senhas para o Conexão Jovem com a Margaret Stohl autora de Dezesseis Luas. 
http://www.portalgl.com.br/upload/bienalmg/2014_11_03_Margaret_Stohl_14543.png
   Eu sou obcecada com essa saga e fiquei muito feliz quando consegui a senha 104. 
Ao entrarmos no auditório, recebemos um fone, pois a entrevista seria traduzida para nós em tempo real.
   Não demorou muito até que ela entrasse e se iniciasse o bate papo descontraído e leve com a nossa querida de apenas "21 anos". 

Durante o bate papo eu anotei algumas coisas, como: 

  •  Trabalhou com games durante 16 anos, e isso é um pouco estranho porque ela só tem "21"
  • Margaret já escreveu alguns programas para a Nickelodeon, trabalhou em O Homem Aranha para a Marvel e atualmente está com A Viúva Negra. 
  • Ela decidiu que iria escrever um livro quando suas filhas ficavam questionando-a sobre o porque das mocinhas sempre reclamarem tanto, do porque de tantos vampiros. E então ela disse "Eu posso sim criar um mundo novo"
  • Suas filhas não acreditaram nela e foi esse o impulso para que ela e Kami escrevessem mais, era como uma aposta.
"Quando minhas filhas começaram a chorar logo após ler o livro o livro eu pensei "YES FIZEMOS NOSSAS MENINAS CHORAR" que se dane o resto."
  • Ela ama ler clássicos e programas de tv ruins.
  • Seu livro favorito é Dezesseis Luas, porque ele é o inicio de tudo. Foi publicado em mais de 50 países.  
  • Não cria expectativas ao escrever. 
  • Ama ficção científica.
  • Está com um projeto ainda não anunciado e dois livros que não são de literatura fantástica que em breve serão publicados.
"Li clássicos desde cedo, como Nárnia. Eu sempre quis ir para Nárnia, ficava em frente ao meu guarda roupa lendo o livro esperando Aslan me salvar, mas esse dia nunca chegou. Acho que alguma coisa deu errado."
  •  O Livro Sirena, foi escrito porque a atriz que interpretou Ridley (Emmy Rossum) ficou cobrando o desfecho de sua personagem e elas pensaram "por que não?" Esse é um livro mais divertido, retrata a garota malvada. A história é meio maluca.
  • Margaret e Kami são como irmãs, elas não conseguem ficar muito tempo separadas, elas já tem planos para outros livros da saga. 
  • Margaret enxerga em suas leitoras, suas filhas. Fortes e dedicadas. 
  • Ela ama livros juvenis, e acredita que é mais difícil escrever para este público porque os jovens são os que menos temem falar a verdade. 
  • Todos os personagens da história são da família das autoras. Elas se inspiraram em pessoas reais, e isso os torna mais reais. 
  • Dezessete Luas foi um dos livros mais difíceis de se escrever porque elas estavam com todo aquele peso do sucesso de Dezesseis Luas. A maldição do segundo livro. 
"Eu acho que todos os escritores somem quando escrevem. É como uma droga. Uma droga boa, não que drogas sejam boas. Eu gosto de ficar no meu quarto e não ver o tempo passar. Eu gosto de repetição, como uma batida. Como o samba."
   Essas foram algumas das coisas que ela nos falou. Depois ainda houveram perguntas, mas eu -lerda- não consegui acompanhar na escrita. Ela é uma pessoa muito extrovertida, não consegue ficar quieta e sempre está gritando ou gesticulando. Foi um bate papo muito agradável e com muitas risadas. Ela é uma fofa, eu queria colocar em um potinho e levar para a minha casa. 
   Depois as pessoas que tivessem senhas do 1 ao 200 poderiam pegar autógrafo e tirar uma foto com ela. E isso significa que o meu 104 ficou mais lindo ainda porque eu iria falar com ela. 
Quando eu disse o nome do blog ela colocou no autógrafo <3
   Quando chegou a minha vez e eu subi onde ela estava a primeira coisa que ela me disse foi "Hey Pikachu" em referência a blusa que eu estava usando, depois falou do meu colar dos Beatles sendo simpática e sorridente o tempo todo.
   Depois tiramos uma foto e eu fui ao encontro do Plinio que ficou me esperando lá fora. 
Esse Conexão Jovem realmente vai ficar pra sempre na memória!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Instagram